Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

saracasticamente

A Sara e o Tarot - parte 2

Já tinha partilhado aqui a minha primeira grande questão ao tarot.

Hoje partilho convosco a segunda: vou encontrar o amor da minha vida? 

 

Há 4 anos atrás a formanda que me fez o mapa astral disse que eu já tinha conhecido o amor da minha vida mas que ainda não nos tínhamos relacionado. Acrescentou ainda que ele tinha ligações ao estrangeiro.

O que é isto de ligações estrangeiro? É estrangeiro? Vive no estrangeiro? Foi uma vez a Vigo e gostou muito? Não se sabe...

 

Coloquei recentemente a mesma questão à minha formanda que lê as cartas do tarot. Curiosamente ela também me disse que eu já conhecia o amor da minha vida mas que as circunstâncias ainda não tinham permitido a relação. Acrescentou ainda que via algo relacionado com o verão.

Como assim relacionado com o verão? Conheci-o no verão? Vamos iniciar a relação no verão? Conheci-o no inverno mas estava um dia de verão? Também não se sabe...

Mas ela também reforçou que não é nenhum amor do passado, o que me deixa um pouco mais tranquila. 

 

Depois de ler as cartas leu as minhas mãos. Segundo ela (ou as minhas mãos) vou casar novamente e vou ter três filhos, o primeiro não vai chegar a nascer, depois desse uma rapariga que me vai dar muito que fazer e por último um rapaz. 

 

E esta previsão abalou completamente a minha pouca crença nestas coisas... Ora eu que nem quero ter filhos ia ter logo três?! E vou casar novamente?! Informei-a logo da impossibilidade de tal coisa acontecer!

Aí ela tentou remendar a coisa. Disse que o casamento que via podia ser um grande amor e os filhos poderiam não ser biológicos.

Tretas... Tudo tretas! Toda a gente sabe que vou morrer sozinha!

8 comentários

Comentar post