Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

saracasticamente

Coisas que leio que queimam os meus neurónios

Dei-vos a conhecer neste post o visual da Dona Berta, mãe da Alexandra do Love on Top. Hoje presentei-o-vos com algumas das coisas que ela diz. 

Para contextualizar, o marido da senhora é treinador de futebol e encontra-se actualmente em Angola a treinar um clube. Claro está que a senhora e a filha afirmam que têm muitas saudades do marido e pai respectivamente. Mas quando questionada se já o foram visitar a resposta é esta:

 Nós queriamos ir lá, mas é preciso levar cinco vacinas. Por outro lado, eu gosto de me arranjar e lá falha a água e a luz, não se pode lavar os dentes com água corrente. A vida lá não é fácil. Aquilo é mesmo para quem tem necessidade, e nós não temos, temos conforto aqui, por isso decidimos ficar aqui. Não o fomos visitar porque ela (a filha que morre de saudades do pai no facebook) não se identifica muito com esses países pobres. A mim também não me atrai. Se for um país como o Dubai, aí quero logo ir.

Eu podia comentar mas julgo não ser necessário! Vamos passar já à parte em que a senhora explica o que faz na vida.

 Tive uma loja de lingerie, mas neste momento não trabalho por opção. Tenho de cuidar dela (da filha de 22 anos), o que não é fácil, e tenho de cuidar da casa, ir aos bancos, ele é que fazia isso tudo. Tenho ainda de fazer compras, eu não fazia isso. Agora tenho de ser eu a fazer tudo. Mas também gosto de ter a minha vida, de ir para o ginásio, de ter tempo para mim. E não dá para tudo.

Vidas difíceis é o que é! Já a filha, agora que tem mamas novas, tem um percurso profissional bem traçado. 

Para ser modelo, ela gostava de ir para a Victoria's Secret e não para aqui. Desfilar para a Fátima Lopes e outros, eles nem sempre põem as miúdas bonitas, às vezes põem-nas feias. Na Victoria's Secret, elas aparecem superlindas.

Eu também gostava muito de ir trabalhar para a Sonae. Mas para a direcção, que a roupa dos operadores de caixa não se ajusta bem aos diferentes tipos de corpo.

 

Caso queiram queimar mais alguns neurónios podem ler a entrevista na íntegra na Tv7Dias desta semana.

62 comentários

Comentar post

Pág. 1/2