Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

saracasticamente

Fazer ou não fazer as malas... Eis a questão!

Fui desafiada a fazer as malinhas por tempo indeterminado e ir viver para o outro lado da linha do Equador.

Por muito aliciante que a proposta fosse em termos monetários não me conseguia imaginar a deixar a minha cidade, a minha família e os meus amigos e ir viver a milhares de quilómetros. No entanto partilhei a proposta com os meus pais com aquele tom de quem não está a considerar essa hipótese. Resposta deles? "Vai! Não tens aqui nada que te prenda, não tens marido, não tens filhos, não tens nada!"

Basicamente o que eles me disseram, de forma subtil, é que a minha vida é uma merda!

 

Esta reflexão levou-me a considerar melhor a oferta. Sou ou não uma gaja de desafios?!

Dias depois partilhei que estava a ponderar mudar-me. Mas aí o discurso já foi outro: "Tu estás bem, ganhas bem, não te falta nada, tens uma rica vida."

E eu sei disso... Admito que tenho uma excelente qualidade de vida. Mas é difícil resistir quando me acenam com muito dinheiro!

 

Assim sendo, e depois de muito ponderar, o meu currículo seguiu ontem para Angola...

Desejem-me sorte (o que quer que sorte nesta situação signifique!)...

47 comentários

Comentar post

Pág. 1/2