Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

saracasticamente

Se eu não tenho medo?

Cada vez que há um novo atentado repetem-se os pedidos de familiares e amigos para que eu deixe de viajar. Ontem um deles questionou-me: "Mas tu não tens medo?". Mas é claro que tenho medo! Mas também tenho medo de perder os meus pais, ficar sem trabalho ou ficar doente. E, no entanto, o que continuo a fazer? A viver!

 

Estava em Londres aquando dos atentados em Paris. Nessa altura foi decretado alerta vermelho em Bruxelas e eu já tinha viagens compradas para a cidade. Apesar dos pedidos para não ir, e das ameaças da família do B. que dizia recusar-se a ir identificar o corpo, fomos a Bruxelas. E fomos tão felizes em Bruxelas... E voltamos felizes, de coração cheio, com histórias para contar. E assim vai continuar a ser.

 

Porque no dia em que deixar de fazer uma das coisas que mais amo, por medo de uns perturbados mentais, estarei ainda pior que eles!

88 comentários

Comentar post

Pág. 1/2