Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

saracasticamente

O meu Facebook é uma seca

Os meus amigos do Facebook só fazem publicações da treta. São fotos de viagens, de comida, dos filhos, de cães e gatos, frases motivacionais e declarações de amor para os namorados ou maridos e filhos. Uma seca.

 

Já o Facebook do meu pai é repleto de drama, traição e vingança.

Partilho convosco uma das publicações que ontem passou pelo feed de notícias dele.

 

20170816_100113.png

Isto sim são amigos que proporcionam puro entretenimento nas redes sociais e valem a pena manger!

Sobre o dia dos filhos

Ontem foi o dia dos filhos e eu fiquei atenta às notificações do Facebook à espera de uma declaração de amor dos meus pais. Não aconteceu...

 

Não sei como vou conseguir ultrapassar isto... Julgo que um depósito na minha conta fosse capaz de ajudar... Vou dar-lhes essa sugestão, talvez até diga que vá usar o dinheiro para a terapia.

 

Toda a gente sabe que se os pais não elogiam os filhos no Facebook é porque não gostam deles... A história da terapia é perfeitamente plausível! 

Dia dos amigos

Ainda só vi 573 mil vídeos a celebrar o dia dos amigos no Facebook.

 

Parece-me pouco, gostava de ver mais e receio que alguns dos vídeos não estejam a aparecer no meu feed.

Peço o favor de me identificarem ao publicarem o vídeo para que eu possa ficar descansada sabendo que não vou perder nenhum dos vídeos dos meus amigos.

 

É mesmo muito importante para mim. Obrigada!

Dúvidas amorosas

Preciso de desabafar acerca da minha vida amorosa...

 

Estou muito feliz, muito apaixonada mas também com muitas dúvidas.

Ele é muito querido e fofo, super atento e preocupado. Procura ser o mais disponível possível, mima-me muito, trata-me como uma princesa. É um sério candidato a melhor namorado do ano (ajuda bastante eu não ter tido outro!).

Então qual é o problema? O problema é que em termos de redes sociais a nossa relação não existe. O estado dele no facebook não foi alterado, a foto de perfil mantém-se. Não há fotos minhas, nem publicações em que tenha sido identificada, muito menos declarações públicas de amor.

 

Digam-me de vossa justiça... Isto não tem pernas para andar, pois não?!

 

image.jpg

É primavera nas redes sociais

Depois de um dia do pai comovente, com declarações de amor de levar o maior dos insensíveis às lágrimas, as redes sociais invadem-se com notificações relativas à chegada da Primavera. 

 

Acordo e assisto a um desfile primaveril no Facebook. Ele é sol, flores, passarinhos, mensagens motivacionais... Abro a janela e percebo que a primavera só chegou mesmo no Facebook. 

 

É por isso que eu aprecio as redes sociais. Porque lá podemos viver uma vida paralela. Podemos ser boas pessoas, ser muito amados, muito felizes e, ainda para mais, já é primavera! 

Dia de eleições


Sempre gostei de eleições. Na minha infância e adolescência eleições era sinónimo de fim de semana prolongado, uma vez que no dia seguinte não havia aulas. Hoje em dia continuo a gostar porque não tenho filhos! Suponho que os pais que hoje tenham de levar com os putos, porque a escola está fechada, não achem tanta piada à coisa! E para muitos deles acredito que o pior seja, para além de ter de ficar com os putos em casa, que nada tenha mudado em termos governamentais.

Haver eleições é sinónimo de existência de algo produtivo para fazer a um domingo. Acredito que muita gente só vá exercer o seu direito de voto pelo convívio. Dia de eleições em que não se encontre alguém conhecido e se faça aquela conversa de circunstância sobre mudar o país não é dia de eleições. Dia de eleições é também, em algumas localidades, sinónimo de farturas e porras. Mas nestas legislativas os eleitores encontraram ainda uma outra motivação para ir às urnas: tirar uma foto ao boletim de voto e postar nas redes sociais! Acredito que este factor tenha contribuído para a diminuição da abstenção que se registou este ano. Embora eu tenha dificuldades em compreender este fenómeno. Tirar uma foto à travessa de marisco e postar no instagram para quem está a comer sopa se roa de inveja faz sentido. Tirar uma selfie nas Caraíbas e postar no facebook para meter nojo aos amigos que estão a trabalhar também faz sentido. Agora tirar uma foto a algo que toda a gente, a menos que não esteja interessado, pode ter não me faz sentido nenhum! É mais ou menos o equivalente a cagar e tirar uma foto ao cagalhão. O qual se for visto por um técnico de saúde até poderá ter algum interesse. Ah e tal mas é para acompanhar o discurso motivacional de apelo ao voto. Está bem, mas ainda assim acredito que haja imagens que apelem mais ao voto. É tudo uma questão de criatividade. Existem ainda aqueles que acrescentaram ao boletim de voto FCP ou Pinto da Costa adicionando assim um toque de estupidez à falta de originalidade.

Entre boletins originais e boletins aparvalhados vi no total qualquer coisa como uns 325 boletins de voto. Julgo que foi um dia produtivo em termos de redes sociais!