Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

saracasticamente

Férias... mas pouco

Com as férias ainda longe, quatro dias no Algarve são como carregar o telemóvel cinco minutinhos antes de sair de casa: as baterias carregam um bocadinho, mas não chega a nada.

 

Até porque o Algarve é um destino que, para mim, tem um grande defeito: muitos portugueses! E isso é um grande senão na medida que eu percebo o que a malta diz...

É que uma gaja não consegue estar sossegada na praia sem ouvir uma família (ou duas, ou três) a discutir. Frases como "és um ignorante, e pior que seres ignorante é arrastares a tua filha na tua ignorância", "quem foi o palhaço que apertou isto?", "só falas de cornos, vou pôr-te um par deles para ver se deixas de falar de cornos" são um habitué das praias portuguesas. E pergunto-me: se esta gente discute assim em férias, num suposto tempo de relaxamento e descontração, como será o dia-a-dia destas pessoas?

 

E aí bate o medo... E a vontade de ficar rica para ir de férias para sítios onde não perceba a ponta de um corno do que as pessoas dizem (sempre a falar em cornos... estou mesmo a pedi-las!).

14 comentários

Comentar post