Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

saracasticamente

Quando uma gaja paga os seus próprios rissóis

Ontem fui almoçar com uma amiga. Por sugestão dela fomos ao restaurante onde o gajo dos rissóis me levou uma vez. Sim, eu apelido todos os gajos com quem saio. Este bem que podia ser o gajo demasiado imaturo para saber o que quer da vida, mas era muito extenso e abreviei para gajo dos rissóis.

 

Como fui almoçar com um amiga pude comer o rissol que bem me apeteceu.  Mas fui eu que o paguei... Bem como o resto das coisas que comi.

 

Enquanto dividíamos a conta, por momentos, já não me pareceu tão mau que o gajo tivesse comido o rissol maior. Mas depois lembei-me que sou uma mulher independente e que não precisa de homens para lhe pagar refeições e passou-me.  

 

#foreveralone 

 

5 comentários

Comentar post