Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

saracasticamente

Olá, eu sou a Sara, e sou shopaholic

Sabemos que temos um problema quando os funcionários das lojas do shopping (sim, aquele edifício onde circulam centenas de pessoas por dia) começam a tratar-nos pelo nosso nome.

Sabemos que o nosso problema pode agravar-se quando gostamos de quase tudo o que as marcas publicitam nas suas páginas de Facebook e Instagram...

Às vezes gostava de ser tão esquisita com roupas e acessórios como sou com homens!

A saga consumista continua

 

Como está o meu espírito consumista? Em alta como sempre.

 

Mas estava mais feliz quando não sabia que esta coisa existia. Porque agora que sabe que ela existe ele deseja-a muito. Porém a minha conta bancária já falou com ele e já lhe explicou que ele não pode ter tudo, que tem de fazer escolhas e que tem de aprender a lidar com a frustração de não poder ter algumas coisas que tanto quer.

 

E o meu espírito consumista deprimiu... Deprimiu e, como acontece sempre que deprime, pediu-me chocolate. Eu não tive coragem de declinar o seu pedido. Afinal já lhe tinha negado o Activity Training da Swarovski não lhe poderia negar também o chocolate. 

 

Mas depois veio o sentimento de culpa. Chocolate e glúteos definidos são incompatíveis. Começo a fazer contas às calorias ingeridas e ao tempo de exercício necessário para as queimar. E eis que o meu espírito consumista sai-se com esta:  

 

Estás a ver? Se me desses a Swarovski Activity Training Jewelery já seria mais fácil fazeres esses cálculos! 

 

Olha-me o sacaninha armado em esperto...

Todos temos uma amiga assim...

Esta é uma história contada na terceira pessoa. Qualquer semelhança com a minha pessoa é pura coincidência.

 

A S. foi convidada para um baptizado. E qual a primeira palavra que vem à mente dela quando recebe um convite para um evento destes? Roupa. E então que faz ela? Consulta o stock do seu roupeiro e escolhe um de entre os (não vamos dizer quantos) vestidos que tem que se enquadram no evento? Vestidos esses que se fazem acompanhar de casaco a condizer, sapato que combina e carteira que faz pendant? Não. Então que faz a S.? Foi comprar um vestido novo sob a desculpa "vou a um baptizado".

 

Assim sendo vai ao shopping. E ao passar por uma das suas lojas preferidas os seus olhos focaram num vestido. Imaginou-se com ele. Experimentou-o. Olhou-se ao espelho e sorriu. Rodopiou e voltou a sorrir. Não havia volta a dar, estava apaixonada!

 

Agora, a S., só precisa de um casaco, uns sapatos, uma mala e, quem sabe, alguns acessórios. Só...

Qualquer dia o consumismo vai matar esta rapariga.

 

FB_IMG_1457473564194.jpg

 

(Esta na foto não é a S., é uma foto retirada da página da marca!)

Consumismo em falta

É oficial. É chegado o apocalipse.

Depois de andar toda armada em fit (ainda espero que seja só uma fase) acabei de constatar algo grave, ainda mais grave. Não vou ao shopping há duas semanas!

Como é que isto é possível?! Como não preciso de comprar nada há tanto tempo? Nem sequer um miminho para alimentar o ego! Por esta altura postos de trabalho já estarão em risco. O PIB poderá ter atingido mínimos históricos.

Em que tipo de pessoa me estou a tornar?! A mania do desporto ainda se tolera. Agora perder o espírito consumista é que não! Isto não pode continuar. A economia precisa de mim. Hoje vou ao shopping!